R. T-53, N.243 - Goiânia - GO 62 3070-1888 61 99404-3119

Alexa Diretamente da Lua

Alexa Diretamente da Lua

Alexa diretamente da Lua

A fala “Um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para humanidade” de Neil Armstrong, vulgo primeiro homem a pisar na lua, está sendo muito bem representada com essa evolução do século XXI. A utilização das assistentes virtuais dentro da automação por controle de voz está cada dia mais difundida, e uma das que trabalhamos, Alexa, está indo ao espaço!

Tudo começou em 1687 com os conhecimentos de Isaac Newton, publicando um livro sobre seus conhecimentos de física, mecânica, astronomia etc., surgindo então as remotas possibilidades de exploração espacial. Sendo impulsionadas durante a Guerra Fria com a corrida espacial no qual Estados Unidos e União Soviética tentavam buscar superioridade na exploração espacial.

A priori, lançaram diversos animais como primatas, cachorros, camundongos, ratos e diversas plantas. Além de dois veículos robóticos de controle remoto na superfície de Marte. Acredita-se, que ainda no século XXI a Terra irá sofrer graves problemas ambientais e energéticos e a exploração de novos planetas é muito importante para a busca de novas fontes de energia limpa. Além dos benefícios já aproveitados da exploração espacial, criação de produtos como painéis de energia solar, membros artificiais, termômetros de infravermelho, detectores de fumaça e até criação de palmilhas de sapatos, Gpss, sinal de televisão, internet, telefone, auxiliando também na medicina e sem contar com o melhor entendimento das estruturas da Terra.

A missão prevista para ocorrer entre março e abril de 2022, Artemis 1, formalmente Missão de Exploração 1, é a primeira da série de missões cada vez mais complexas que permitirão a exploração humana para a Lua e Marte. Um dos objetivos do programa Artemis 1, é de ter uma presença norte-americana permanentemente na Lua até o final da década. Segundo a revista brasileira Exame, a NASA pretende “colonizar” o satélite natural para ter um lugar para astronautas, e futuramente quaisquer pessoas, ficarem antes de viajar até o destino final, Marte.

O atual Presidente Americano, Joe Biden, efetuou o maior investimento na ciência de todos os tempos com 24,8 bilhões de dólares destinados a esse projeto. Ainda contando com empresas privadas como SpaceX, fundada por Elon Musk, CEO e fundador da Tesla Motors e Blue Origin, fundada por Jeff Bezos, CEO e presidente da Amazon, empresa responsável pelo desenvolvimento da Assistente Virtual, Alexa.

O Brasil também não ficou de fora do projeto, se juntando com mais 11 países como Austrália, Canadá, Coreia do Sul e vários outros. De acordo com a Amazon, a Alexa se juntará à missão como parte da Callisto, uma “demonstração da tecnologia incorporada à espaçonave Orion”. A integração “ajudará os envolvimentos a explorar como a tecnologia de voz e a inteligência artificial (IA) podem ajudar os astronautas em missões futuras”.

A nave Orion viajará 450.000 quilômetros por cerca de três semanas e dizendo a Nasa, “A Orion ficará no espaço por mais tempo do que qualquer nave de astronautas ficou sem atracar em uma estação espacial e voltará para casa mais rápido e mais quente do que nunca”.

Caso tenha o dispositivo e quiser saber mais informações sobre a missão é só falar a frase “Alexa, me leve para a Lua”.

Carolina Castro

Departamento de Marketing


Whatsapp Offworks Automação Whatsapp Offworks Automação